Polícia prende pela segunda vez acusado de assassinar a pedradas um aposentado no Piauí

Um homem de 31 anos, foi preso na cidade de Campo Maior, a 82 km ao norte de Teresina. Ele é o principal acusado de ter assassinado o mototaxista Antonio Francisco de Oliveira, de 69 anos, crime ocorrido no dia 11 de setembro, no Bairro Cidade Nova em Campo Maior. As informações são do Campo Maior em Foco.

PUBLICIDADE

Segundo o major Etevaldo Alves, foi a segunda vez que o homem foi preso pela suspeita de ser o autor do crime. No mesmo dia do crime, a Polícia Militar havia chegado até o suspeito, após relatos de testemunhas, e efetuado a prisão, mas ele foi liberado em seguida pela ausência de provas.

Dessa vez o suspeito foi preso novamente através de um mandado de prisão, expedido pela 1ª Vara da Comarca de Campo Maior e foi cumprida por policiais do motopatrulhamento do 15° Batalhão da Polícia Militar, com apoio da Força Tática.

Segundo o major, com a prisão do principal suspeito, a polícia acredita que os outros envolvidos no crime também deverão ser presos.

O CRIME
Antonio Francisco funcionário aposentado da REFESA ((Rede Ferroviária Federal S/A)) e fazia corridas de motos. Ele foi encontro morto em um terreno de um loteamento na manhã do dia 11 de setembro, com ferimentos na cabeça, que segundo a polícia, foram provocados por uma pedra que estava suja de sangue ao lado do corpo. A motocicleta da vítima foi levada.

Durante à tarde, no mesmo dia 11, a Polícia Militar chegou ao suspeito principal, após relato de testemunhas que disseram ter visto os dois juntos na noite anterior.

“Testemunhas disseram que o suspeito foi visto pedido dinheiro à vítima no Completo Valdir Fortes, onde ele fazia ponto de corrida de moto. Este teria se negado dar dinheiro. Pouco mais tarde, ele saiu para uma corrida e foi novamente visto ao lado do suspeito”, disse Etevaldo ao Em Foco no dia da prisão.

180graus.com

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here