Ex-prefeito Sílvio Mendes, afirma que aceita formar chapa com JVC e anuncia prazo para decisão

Se Ciro não for candidato, Sílvio é um dos nomes apontados pela oposição

Ex-Prefeito Silvio Mendes

O ex-prefeito Sílvio Mendes diz que a decisão de Ciro Nogueira de ser ministro da Casa Civil altera a estratégia da oposição para 2022. Segundo ele, até setembro o grupo deve definir a chapa na disputa pelo governo de estado.

Se Ciro não for candidato, Sílvio é um dos nomes apontados pela oposição.

PUBLICIDADE

“Qualquer decisão tem desdobramentos. É bom que ele vá com a experiência que tem,  porque ele substitui um general que não foi treinado para labutar com o Congresso, que conhecemos alguns personagens de lá. Esse ambiente o Ciro conhece bem. Além disso, é agregador. Ele recebeu muitas críticas por ser um nordestino, embora senador. Ontem mesmo,  pessoas do PSDB criticaram duramente o Ciro e lembrei que o governador de São Paulo, João Dória, que quer ser presidente ganhou uma eleição  do lado de Bolsonaro porque naquela época era conveniente. É bom que o Ciro possa ajudar o Piauí, mas principalmente, o país. O Ciro fez bem em aceitar. É um nordestino com experiência política muito grande. Com a esperança  que ele consiga ajudar o país mais que o próprio governo Bolsonaro. Isso é transitório. Ele me perguntou o que achava. Disse para ele que os passados que foram bem sucedidos nessa posição não tenho nada para ensinar, mas aprender. Ouvir muito e falar pouco. Tudo que ele falar terá repercussão “, destaca.

Porém, Silvio evita se colocar como candidato.  Ele pede calma.

“O Piauí precisa de um sentimento de mudança que renove as esperanças. Que possamos nos libertar dessas mentiras repetidas.  Chegou a temporada dos homens sorridentes que prometem o que já prometeram e não  cumpriram. Pesquisa é uma fotografia do momento. Com certeza vai mudar. Se vai melhorar ou piorar, só o tempo dirá. Segundo, sempre estive na oposição  ao governo. Por isso o PSDB nunca cresceu no interior. Já fui adversário  de Ciro. Mas mudamos e estamos no mesmo partido. Não precisa justificar nada. Esse grupo de pessoas como João Vicente, Luciano, Marden e Teresa Brito, já conversamos há algum tempo. Qual a figura mais importante? O Ciro. Ele indo para essa nova missão, não sabemos como vai ser. Não existe apontar de dedo para ninguém se sou eu ou a Teresa Brito, João Vicente, ninguém. Vamos com calma”, destacou.

Ele afirma que critérios como a família pesam na decisão.

“Meu nome ainda não esta à disposição.  Tenho resistências na família, eles são contra. Preciso escutar. Quando se assume se influencia a vida de 3 milhões de pessoas. Não mentir, enganar e roubar”, disse.

Com relação a João Vicente, Ciro não descarta formar chapa com ele para disputar o governo

“Temos uma relação de confiança.  Amigo sabemos onde esta. Não precisamos estar todo dia juntos. Ele tem os predicados para ser candidato  a qualquer cargo. É um empresário  bem-sucedido. Não lembro dele mentir e nem andar com muito sorriso. Essas conversas continuam. Na hora certa essas definições serão colocadas na mesa”, destaca.

“Com as informações do Cidade verde

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here