Baixo efetivo é o maior problema no GPM da Polícia Militar de Lagoa do Sítio, afirma Comandante Lourival.

A falta de efetivo da Polícia Militar de Lagoa do Sítio do Piauí e carência de estruturas que possibilitem uma melhor eficiência no trabalho da PM refletem diretamente na insegurança e sensação de impunidade sentidos pela população sitiolagoense. O GPM de polícia instalado na cidade têm três policiais para atender e que na folga de um policial para o outro, infelizmente caiu no sábado(20) a folga policial que culminou no crime que chocou todo município. A cidade  tem menos da metade de policiais necessários, e o comandante do GPM de Lagoa do Sítio cobra um maior efetivo  para atender em dias de plantão na Delegacia, e que ainda dizem que são obrigados a “se virar” e a montar “estratégias de guerra” para fazer o patrulhamento. Assim como o comandante do GPM Lourival, a população clama por mais policiais para evitar ocorrências como essa deste último sábado(20).

PUBLICIDADE

O comandante do GPM de Polícia Militar, Tenente Tenente Lourival comandante do GPM de Lagoa do Sítio explicou que novas estratégias estão sendo desenvolvidas, no dia-a-dia, para tentar amenizar a baixa de efetivo.

Informou ainda que assim que assim que tomou conhecimento do crime recebeu todo apoio do comando geral em Valença e que a captura do suspeito é questão de horas e que a polícia estar investigando a verdadeira causa desse assassinato e seus envolvidos e que logo a sociedade terá um desfecho do crime, muito embora alguns depoimentos já motivam “provocações ” entre ambos para o ocorrido.

 

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here